Oprah Winfrey

 

Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe;

Se ele não te quer, nada pode fazê-lo ficar.

Pare de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.

Permita que sua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.

Pare de tentar se modificar para uma relação que não tem que acontecer.

Mais devagar é melhor. Nunca dedique sua vida a um homem antes que você encontre um que realmente te faz feliz.

Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como você merecia,”foda-se, mande pro inferno, esquece!”, vocês não podem “ser amigos”. Um amigo não destrataria outro amigo.

Não conserte.

Se você sente que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo. Não continue (a relação) porque você acha que “ele vai melhorar”.

Você vai se chatear daqui um ano por continuar a relação quando as coisas ainda não estiverem melhores.

A única pessoa que você pode controlar em uma relação é você mesma.

Evite homens que têm um monte de filhos, e de um monte de mulheres diferentes. Ele não casou com elas quando elas ficaram grávidas, então, porque ele te trataria diferente?

Sempre tenha seu próprio círculo de amizade, separadamente do dele.

Coloque limites no modo como um homem te trata. Se algo te irritar,faça um escândalo.

Nunca deixe um homem saber de tudo. Mais tarde ele usará isso contra você.

Você não pode mudar o comportamento de um homem. A mudança vem de dentro.

Nunca o deixe sentir que ele é mais importante que você… mesmo se ele tiver um maior grau de escolaridade ou um emprego melhor.

Não o torne um semi-deus.

Ele é um homem, nada além ou aquém disso.

Nunca deixe um homem definir quem você é.

Nunca pegue o homem de alguém emprestado.

Se ele traiu alguém com você, ele te trairá.

Um homem vai te tratar do jeito que você permita que ele te trate. Todos os homens NÃO são cachorros.

Você não deve ser a única a fazer tudo…compromisso é uma via de mão dupla.

Você precisa de tempo para se cuidar entre as relações. Não há nada precioso quanto viajar. Veja as suas questões antes de um novo relacionamento.

Você nunca deve olhar para alguém sentindo que a pessoa irá te completar.

Uma relação consiste de dois indivíduos completos,procure alguém que irá te complementar… não suplementar.

Namorar é bacana. mesmo se ele não for o esperado Sr. Correto.

Faça-o sentir falta de você algumas vezes… quando um homem sempre sabe que você está lá, e que você está sempre disponível para ele, ele se acha…

Nunca se mude para a casa da mãe dele. Nunca seja cúmplice (ou co-assine qualquer documento) de um homem.

Não se comprometa completamente com um homem que não te dá tudo oque você precisa. Mantenha-o em seu radar, mas conheça outros…

Compartilhe isso com outras mulheres e homens (de modo que eles saibam). Você fará alguém sorrir, outros repensarem sobre as escolhas, e outras mulheres se prepararem.

O medo de ficar sozinha faz que várias mulheres permaneçam em relações que são abusivas e lesivas: Dr. Phill

Você deve saber que você é a melhor coisa que pode acontecer para alguém e se um homem te destrata, é ele que vai perder uma coisa boa.

Se ele ficou atraído por você à primeira vista, saiba que ele não foi o único.

Todos eles estão te olhando, então você tem várias opções.

Faça a escolha certa.

Ana Beatriz V

"O que eu sei é que sempre que a gente pode, volta com o rabinho entre as pernas, a cabeça baixa e sussurrando: ”é que bate uma saudade às vezes…”, como se desse pra negar que nós nos amamos. Como se desse pra negar ainda mais que nós não damos certo juntos. Eu complico, você descomplica. Eu descomplico, você complica ainda mais."

Silvio da Fonseca

Pude perceber que não foi à primeira vista que meus pensamentos se tornaram mais claros e cada vez mais intensos. A tensão do momento nos impede de analisar muitos detalhes, pois sempre estamos prontos para libertar qualquer palavra que sirva como elogio. Não que eu ficasse o tempo todo a bajular, isso não. Elogios vagos não agradam. Mas aqueles ‘ahs’ e ‘ohs’ que eu soltava uma vez ou outra, durante nossas conversas, não vieram direcionados totalmente do assunto. Não todos. Prestei atenção sim em cada palavra proferida por aqueles lábios carmesins, bem desenhados e inegavelmente atraentes. Mas não deixam de ser apenas lábios. "Outro ser humano comum em sua frente, seu estúpido. Ela é apenas uma mulher. Não há nada demais entre vocês dois. Vocês se conheceram a pouco. Não vá falar besteira. Não pense besteira. Não se perca. Não se perca…"
E eu me perdi. Graças ao bom Deus, eu me perdi. E o mais importante: consegui me encontrar. Nela.

Nathalia Spadotto

Venha. Chegue mais perto. Se aproxime. E permaneça. Assim, mesmo que seja só para eu sentir a sua presença. Ouvir sua respiração. Sentir sua pele tocar a minha. Não precisa falar nada. É só me fazer companhia. Porque ela desata, em grande parte, o nó enorme que está aqui dentro. Ela, cura todo o mal que eu sinto. Ta, tudo bem, não cura. Mas você não tem ideia do quanto alivia.

Lícia Manzo/Marcos Bernstein

Lourenço:
“Ninguém entra num mesmo rio uma segunda vez. Pois quando isso acontece já não se é o mesmo, assim como as águas que já serão outras. Foi um filósofo grego que viveu no século V AC (século quinto Antes de Cristo), Heráclito de Éfeso, quem fez essa formulação que até hoje nos fascina: ‘o fluxo eterno das coisas, é a própria essência do mundo’, apontou Heráclito.
E se ainda hoje ficamos espantados com isso é porque nos apegamos teimosamente ao que já passou, esperando no fundo que tudo permaneça igual.
Então, é necessário um filósofo da antiguidade ou um escritor contemporâneo pra nos fazer entender que nada é permanente, a não ser a mudança.
Olha só, eu separei aqui um trecho do ‘Grande Sertão’ onde o Guimarães Rosa, fala um pouco sobre isso, olha só que beleza:
“O mais importante e bonito do mundo é isto, que as pessoas não são sempre iguais, ainda não foram terminadas, mas que elas vão sempre mudando, afinam ou desafinam, verdade maior. É o que a vida me ensinou…”
Não é incrível?
O filósofo flagra a fluidez e o escritor se maravilha com isso.
“É o mais bonito da vida”, diz Guimarães Rosa.
É uma celebração do movimento, não é um lamento. O tempo não pára. E isso é belo. Então, semana que vem, nós nos encontraremos aqui, e eu serei outro, e vocês também.”
(Personagem de Leonardo Medeiros, Lourenço, novela "A vida da Gente" – Autores: Lícia Manzo/Marcos Bernstein)

Ana Paula Sampaio

Tudo passa. Dor de dente passa. Enxaqueca passa. Torcicolo, braço quebrado, pedras nos rins passam. Até dor de cotovelo. Um dia passa.
Sofrimento passa. Dúvida passa. Dor, aperto no peito, vontade de pular da ponte. Medo, incerteza, melancolia, raiva. Tudo passa.
Solidão? Eu não sei se passa. Solidão pode ser tanta coisa. Dizem até – e acho que foi Fernando Sabino que disse – que solidão é quando estamos infelizes; quando estamos bem, não é solidão, é sossego, mesmo.
Saudade passa? Saudade é o tempo perdido. Tempo espremido entre dedos. Tempo espremido entre vontades: a de ir e a de ficar. Quanto se mais espreme, mais ele vira passado. Enquanto houver um coração, ainda que pleno, haverá saudade. Saudade não passa.
O amor? O amor se transforma. Muda com a suavidade de uma colherada de açucar que caindo na água, se transmuta, transformando aquilo que tocou. O Amor é generoso. Dá mais do que recebe e há sempre mais a dar. Amor de verdade não passa.
Das coisas que passam, o que mais passa é o Tempo. Não só passa como também leva algo consigo. Um tanto de viço da pele, de firmeza dos músculos, de bastos cabelos. Outro tanto de inocência, de capacidade de entrega, de crença de que o bem sempre vence.
Mas se o Amor é generoso, o Tempo consegue ser mais ainda. Deixa sempre algo no lugar do que levou. O Tempo traz paciência e força para que a gente aguente até que tudo mais faça como ele próprio: passe.
Se estou entregue ao Tempo, estou em boa companhia. Afinal, até a gente mesmo um dia vai passar.

Do documentário “The Nature of Existence”, de Roger Nygard (2010)

Meu amigo Bobby Gaylor tem uma opinião a respeito de tudo que perguntam a ele.
– O que acha sobre a morte?
– Fui ao IML em Los Angeles. Numa pesquisa para um projeto. Quando entrei na cripta, estava cercado por 104 corpos. Estavam em macas. Não estavam nas gavetas. E o sentimento que pensava que fosse ter, no meio daqueles corpos, não foi o sentimento que tive. Fiquei cheio de esperança, pois, de repente, ocorreu-me que aquelas pessoas não tinham mais escolhas, mas eu tinha. Comecei a pensar: “Quando sair daqui, vou ligar para meu irmão. “Vou ligar para minha mãe. Sempre quis ir à Europa. “Vou marcar uma viagem.” E pelo resto daquele dia, tão rápido quanto estou falando agora, estava dominado por “ter escolhas”. Isso passou. Mas naquele dia, aquelas pessoas me lembraram que elas não tinham mais escolhas. Mas eu tinha.

Giseli Silva

“Eu fiz o mundo, Eu fiz o amor. E antes de você nascer, Eu já tinha escrito a sua história. O que acontece hoje, Eu recompenso amanhã. Sabe quando você se tranca no seu mundo e chora? Eu estou chorando com você, Eu estou te abraçando, você não pode sentir, mas Eu estou ao seu lado. Sabe quando o mundo parece estar todo contra você? Pois é, Eu não, Eu nunca vou te abandonar, Eu nunca quero o teu mal, Eu só quero te abraçar e te ver feliz. Eu te conheço como ninguém, o teu coração está aqui na minha mão, Eu posso sentir cada batida… Eu nunca descanso, porque Eu sei que você precisa de Mim todo o tempo. Sabe quando você deita e ora? Eu estou te ouvindo atenciosamente. Sabe quando aquele seu pedido não é realizado? Pois é, coisas melhores irão se realizar… aquilo não era o bastante. Sabe todo esse sofrimento que você está passando? Eu estou acompanhando, e Eu tento falar no seu ouvido que isso tudo vai passar, mas as vezes você não me escuta… Eu sempre te escuto,. Por favor, não me culpe, Eu tenho tantos planos para você. Eu te amo, e jamais vou abrir mão de você. Te prometo por meu amor… Com carinho, Deus.”

Orison Swett Marden

As coisas não mudam, nós é que mudamos. O início de um hábito é como um fio invisível, mas cada vez que o repetimos o ato reforça o fio, acrescenta-lhe outro filamento, até que se torna um enorme cabo e nos prende de forma irremediável, no pensamento e ação.