Marcelo Oliveira

"Diz-se que a verdadeira amizade é dependente da temporalidade, que necessita ser colocada à prova, demanda muitos encontros e (des)encontros para estruturar-se. Diz-se também que confiança se conquista com o tempo, e que num instante de descuido e desleixo do outro irremediavelmente ela desmorona. Diz-se ainda que amigo deve estar sempre junto, grudado, colado, e ser sempre doce e amável.
É… se diz muita coisa.
Porém, não se diz que o tempo é em si relativo, e que uma hora nem sempre é "uma hora"; não se diz que precisamos comprovar a fidelidade do outro porque somos socialmente ensinados por narrativas ou experiências traumáticas a primeiro desconfiar. Tampouco se diz que amigo dá puxão de orelha, quer seu espaço, tem seus momentos de medo, fúria, insegurança, descontrole, calma, angústia, tristeza, intolerância…
Enfim, não se diz que amigo é imperfeito como nós.
E é do alto da minha imperfeição que eu lhe digo: considero-a minha amiga. "

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s