Victória Tavares

Sabe, hoje eu andei pensando na minha vida. Pensei o quanto eu preciso dele pra viver, e o quanto isso é errado, ninguém tem que precisar de ninguém pra viver, temos que amar e estar lá pra pessoa, nào necessitá-la como uma droga. O amor não tem correntes, nem amarras, o que nos prende as pessoas é a possibilidade de sermos livres pra voltar pra elas. Amarras geram dependência, e nada do que somos dependentes – tirando o oxigênio e água – nos faz bem. Ainda na vibe de pensar na vida, notei que saudade e distância nos fazem refletir sobre o que realmente queremos viver, o que realmente vai ser permanente pra nós, por que não podemos tomar decisões pensando em mais ninguém que não nós mesmos afinal, quem conviverá com as consequências dessas decisões somos unica e exclusivamente nós. A primeira vista pensamos ‘credo acordei sem amor hoje’ e é mentira, quem só quem ama de verdade, quem realemente sabe amar, sabe que prender o seu coração numa caixinha junto com o do seu amor, não é amor é não querer abrir mão.

Posted in Sem categorias

3 thoughts on “Victória Tavares

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s